ABES reúne parceiros para avançar na organização do 33º CBESA

Um passo importante foi dado ontem, dia 10, para a realização do evento de lançamento do 33º CBESA, durante a edição mineira do Congresso, em maio do ano que vem.


Uma concorrida reunião no Palácio do Buriti, com a presença de instituições e órgãos do governo que apoiaram a aprovação do nome de Brasília para realizar o 33º CBESA, confirmou que continua firme a vontade comum de fazer aqui um congresso significativo e histórico.


Claudia Maldonado - Foto: Cristiano Carvalho

A presidente do Conventions and Visitors Bureau, Cláudia Maldonado, disse estar de braços abertos para fazer do CBESA um sucesso: "Brasília integra o Governo Federal, governo dos estados, embaixadas, organismos internacionais, Poder Judiciário e o Legislativo, universidades um hub de distribuição para toda a América Latina, nossa cultura, o terceiro polo gastronômico do país e uma hotelaria que é um charme. Temos de tudo um pouco para viabilizar qualquer política pública que se queira implantar".


Pedro Cardoso - Foto: Cristiano Carvalho

O presidente da Caesb, Pedro Cardoso Santana, lembrou que o projeto de trazer o CBESA para Brasília foi gestado na sala de reuniões da Caesb, com a presença do então presidente da ABES /DF, Sérgio Gonçalves e o apoio entusiasmado da secretária geral da empresa, Grazielle Bezerra. " Foi uma convergência de buscas comuns, foram feitos todos os esforços para termos um grande evento, que será um marco histórico nos congressos da ABES. Contem com a Caesb".


A presidente do Crea/DF Fátima Có, destacou que "não dá pra falar de saneamento sem a engenharia" e defendeu um empenho geral para se criar a cultura do saneamento entre os jovens estudantes.


O presidente da Associação Brasileira de Agências Reguladoras (Abar), Vinicius Fuzeira, lembrou que os objetivos das entidades são semelhantes, ofereceu todo o apoio, principalmente nas capacitações e disse que "Brasília está fadada a fazer grandes eventos com o CBESA". Já o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), Henrique Severian, disse que a hotelaria recebe o evento de braços abertos: "Diante da estimativa de 10 mil pessoas circulando nos dois eventos, estimamos receita bruta de hospedagem em torno de R$ 15 milhões, o que garante rentabilidade para a hotelaria e muitos empregos."


Representando o trade turístico, Lamarck Rolim, presidente do Sindicato das Empresas de Turismo, também demonstrou entusiasmo: As agências de turismo estão atentas ao evento, disponíveis e à disposição para fazermos o melhor evento para os senhores e para a nossa capital".


Willian Almeida - Foto: Cristiano Carvalho

O secretário de Turismo do DF, Willian Almeida afirmou que Brasília detém índices de excelência em saneamento e que será uma honra receber o CBESA. "Vamos oferecer a melhor experiência aos participantes, fruto de um trabalho conjunto entre Setur, Caesb, Convention Bureau e ABES."


Mario Guerino - Foto: Cristiano Carvalho

Mario Guerino, vice-presidente da ABES Nacional, disse que o CBESA será uma oportunidade para Brasília mostrar seu trabalho na área de saneamento em um evento que irá reunir milhares de técnicos e profissionais do país. "É um prazer enorme para a ABES realizar o Congresso em Brasília, que reúne as melhores condições para sua realização. Estamos felizes com o apoio que recebemos. De nada valeria se não envolvesse outras áreas".


Kátia Campos - Foto: Cristiano Carvalho

Finalmente, a presidente da ABES/DF, Kátia Campos, agradeceu o apoio recebido dos parceiros, que ela fez questão de citar um a um. "Só conseguimos fazer porque somamos o apoio dessas instituições". E solicitou novamente o apoio para viabilizar o lançamento oficial do 33º CBESA, que acontecerá durante o Congresso em Belo Horizonte em maio de 2023. "Para começar bem começado, temos que fazer um belíssimo evento de lançamento em Belo Horizonte, que represente o espírito de Brasília e do povo que mora aqui, nossa música, nossa culinária."


O evento foi encerrado com a distribuição do plano de patrocínio ao evento em Belo Horizonte e um coquetel oferecido pela ABES.Mas as conversas e reuniões já começaram a ser marcadas para viabilizar o evento em BH.