top of page

Reciclagem: o risco da canibalização de resíduos

Coexistência das reciclagens mecânica e química deve evitar gargalos no suprimento


14 de agosto de 2023

Permanece sobre brasas o debate sobre quais os resíduos pós-consumo vocacionados para a reciclagem mecânica ou química, assim como volta e meia se discute se um processo engolirá o outro. Em regra, a polêmica se concentra na adequação técnica dos tipos de refugo a uma ou outra modalidade de reciclagem, mas há pendências por resolver a montante da cadeia, em termos das correntes de abastecimento de resíduos e da não atingida, até agora, exequibilidade econômica da rota química. Essas incógnitas no ar são apontadas na entrevista a seguir de Michael Ludden, diretor geral da Sutco Recycling Technik e chairman da divisão de tecnologias de gestão de resíduos e reciclagem da área de equipamentos para plásticos e borracha da associação alemã das indústrias de maquinário para manufatura (VDMA). O depoimento integra a série “Vamos falar de reciclagem química”, produzida pela entidade.


Fonte: Plásticos em Revista

Comments


bottom of page